São Thomé dos Quartzos

A misteriosa cidade mineira

 São Thomé das Letras, está a 1.444 metros de altitude e localizada na Serra da Mantiqueira. Todo o chão, assim como a maioria das casas da cidade é feito de quartzito, arenito e calcário. A preservação dos quartzos é um dos charmes da cidade, porém não é só isso. A natureza exuberante e o misticismo atraem milhares de turistas à São Thomé todos os anos.

Lendas urbanas explicam, que o nome São Thomé das Letras surgiu da história de um escravo, que se apaixonou pela irmã de seu senhor. Também há inscrições rupestres na gruta da cidade, onde permanecia a estátua de São Tomé. Para mim “São Thomé dos Quartzos” parece mais apropriado, uma vez que a linda cidadela foi construída sobre um depósito mineral de quartzito, mais conhecida como “pedra de São Thomé”.

montanhas, por do sol e natureza em Minas Gerais
Vista da Serra da Mantiqueira
Pedra de São Thomé em montanha na cidade mineira
Pedra de São Thomé
pedras de sao thome, na ladeira da cidade mineira
Pedreira de Sobradinho

Assim como todo o rico estado de Minas Gerais, São Thomé foi muito explorada pelos bandeirantes. A extração das “pedras de são tomé” foi a principal atividade econômica da cidade por muitos anos. A pedreira, apesar de gerar empregos para os moradores da região, tem um impacto ambiental muito negativo, e hoje em dia moradores e turistas zelam para uma economia, que não degrade tanto o meio ambiente.

O QUE FAZER EM SÃO THOMÉ

A cidade também é um ponto energético da Terra, pelas presenças de tais quartzos o local exala uma energia telúrica, que atraí místicos, pesquisadores científicos e curiosos. Um dos pontos em que essa energia pode ser observada é na Ladeira do Amendoim.

A Ladeira fica na estrade de Três Corações para São Thomé, antes de chegar na cidade. Lá é possível observar carros sendo atraído para cima da ladeira, desafiando a gravidade. Guias explicas que é devido o magnetismo do local. Ainda antes de chegar à cidade, outro ponto que vale a pena visitar é a Cachoeira das Fadas.

cachoeira em sao thome das letras
Cachoeira Eubióse
poço em Sobradinho, Minas gerais. agua azul e clara
Poço da Jade- Sobradinho
cachoeira em sobradinho, minas gerais
Cachoeira do Sobradinho
cachoeira em sao thome das letras
Cachoeira Eubióse

São Thomé é uma cidade pequena, e tudo pode ser feito a pé. Na praça central ficam a Igreja Matriz e a Gruta. Subindo a rua o mais incrível: a Pedreira ou Parque Municipal Antônio Rosa. Na Pedreira ficam a Pirâmide, a Pedra da Bruxa e o Mirante, ambos com uma panorâmica impressionante para toda a Serra da Mantiqueira, além de nascer e pôr-do-sol de tirar o fôlego.

À caminho de Sobradinho, ao lado esquerdo está a cachoeiras da Lua. Virando no Bar do Johnny estão as cachoeiras Eubióse, Flário, Véu da Noiva entre outras. Em Sobradinho estão os lugares que eu mais gostei. Gruta e cachoeira do Sobradinho, Gruta do Labirinto, Gruta da Bruxa e o Pico do Gavião, todas as grutas precisam do acompanhamento de um guia.

piramide em sao thome, muito famosa pra apreciar o por do sol
Pirâmide em São Thomé
piramide em sao thome. Melhor vista da cidade
Mirante
piramide em sao thome. Melhor vista da cidade
Pirâmide

por do sol maravilhoso em sao thome das letras.

Tudo que você precisa saber para chegar na Lagoinha do Leste

Por Maria Fernanda Romero

A melhor trilha de Florianópolis

Escrevi em outra postagem sobre algumas das INÚMERAS trilhas que existem em Florianópolis e prometi falar sobre a Lagoinha do Leste. Já tinha ouvido falar algumas vezes, que era o melhor lugar da Ilha. É difícil classificar o que é melhor em um lugar que me surpreende todos os dias. Mar, cachoeira, esporte, cultura, parques… são tantas coisas, que não é possível escolher só uma, mas com certeza, a Lagoinha do Leste é um dos melhores lugares.

COMO CHEGAR NA LAGOINHA DO LESTE

LAGOINHA DO LESTE ME FLORIANOPOLIS
Lagoinha do Leste

A praia é a mais isolada e conservada da ilha e não possuí construções, com exceção das ruínas da casa do seu Tibúrcio. A lenda diz que o casebre é feito de argila amarela retirada das margens da Lagoinha e garrafas que ele recolheu na região.

Para chegar lá existe uma trilha que saí da praia do Pântano do Sul e outra do Matadeiro. Ambas são difíceis e possuem subidas complicadas, mas a primeira opção é a mais curta. A ida é mais fácil, dura cerca de 50 minutos.

Acordamos às 5h para conseguirmos fazer a trilha com o nascer do sol. A paisagem é maravilhosa e outra vantagem do horário é não pegar o sol tão forte. A praia é imensa, o mar azul e a vegetação praticamente intocada.

Na costa esquerda da praia tem o Morro da Corroa, onde é possível fazer outra trilha e ter uma bela vista da praia e da lagoa. O local ganha esse nome, pois suas pedras lembram a uma corroa. A fauna também é extremamente preservada, e animais exóticos como lagartos são encontrados.

sol nascendo no morro das pedras em florianopolis
Amanhecer no Morro das Pedras
trilha em florianopolis a Lagoinha do Leste.
Lagoinha do Leste

Andando para a direita a lagoinha. A água doce que desce dos morros, deságuam em uma pequena enseada, onde se misturam com a água do mar, formando a lagoinha de água salobra, que dá o nome à praia.

Trilha, lagoa e mar, uma vista maravilhosa….além de muita magia!

Viva! A terra

CANAL NO YOUTUBE

QUESTIONANDO A FORMA DO CAPITAL

Vivemos em um mundo, onde viver para produzir na cidade, e para o capital é hipervalorizado, muitas vezes é mostrada como a única coisa opção de vida. Questionando sobre uma forma de mostrar que felicidade não se alcança somente trabalhando de segunda a sexta 8h por dia. Alias, o que é felicidade?

O mundo é muito mais do que somos doutrinados a achar que é. Viva! A terra nasceu com o objetivo de mostrar como é a vida das pessoas e famílias que acham seu sustento na natureza e vivem em harmonia com a mesma.

Outro ponto importante é recordar que viemos da terra, e devemos respeitá-la em primeiro lugar. Infelizmente o homem têm mudado o ecossistema e as consequências na natureza serão cada vez mais catastróficas. Nos resta criar uma consciência e lutar para preservar lugares tão belos que ainda existem.

Bela e essencial para a microeconomia de muitos lugares, procuro retratar a natureza como ela é. O primeiro episódio de Viva! A terra foi gravado em Ubatuba- SP, Brasil, e conta a história da família Oliveira.

×