Lagoinha do Leste

Por Maria Fernanda Romero

A melhor trilha de Florianópolis

Escrevi em outra postagem sobre algumas das INÚMERAS trilhas que existem em Florianópolis e prometi falar sobre a Lagoinha do Leste. Já tinha ouvido falar algumas vezes, que era o melhor lugar da Ilha. É difícil classificar o que é melhor em um lugar que me surpreende todos os dias. Mar, cachoeira, esporte, cultura, parques… são tantas coisas, que não é possível escolher só uma, mas com certeza, a Lagoinha do Leste é um dos melhores lugares.

COMO CHEGAR NA LAGOINHA DO LESTE

LAGOINHA DO LESTE ME FLORIANOPOLIS
Lagoinha do Leste

A praia é a mais isolada e conservada da ilha e não possuí construções, com exceção das ruínas da casa do seu Tibúrcio. A lenda diz que o casebre é feito de argila amarela retirada das margens da Lagoinha e garrafas que ele recolheu na região.

Para chegar lá existe uma trilha que saí da praia do Pântano do Sul e outra do Matadeiro. Ambas são difíceis e possuem subidas complicadas, mas a primeira opção é a mais curta. A ida é mais fácil, dura cerca de 50 minutos.

Acordamos às 5h para conseguirmos fazer a trilha com o nascer do sol. A paisagem é maravilhosa e outra vantagem do horário é não pegar o sol tão forte. A praia é imensa, o mar azul e a vegetação praticamente intocada.

Na costa esquerda da praia tem o Morro da Corroa, onde é possível fazer outra trilha e ter uma bela vista da praia e da lagoa. O local ganha esse nome, pois suas pedras lembram a uma corroa. A fauna também é extremamente preservada, e animais exóticos como lagartos são encontrados.

sol nascendo no morro das pedras em florianopolis
Amanhecer no Morro das Pedras
trilha em florianopolis a Lagoinha do Leste.
Lagoinha do Leste

Andando para a direita a lagoinha. A água doce que desce dos morros, deságuam em uma pequena enseada, onde se misturam com a água do mar, formando a lagoinha de água salobra, que dá o nome à praia.

Trilha, lagoa e mar, uma vista maravilhosa….além de muita magia!

Anúncios

Viva! A terra

CANAL NO YOUTUBE

QUESTIONANDO A FORMA DO CAPITAL

Vivemos em um mundo, onde viver para produzir na cidade, e para o capital é hipervalorizado, muitas vezes é mostrada como a única coisa opção de vida. Questionando sobre uma forma de mostrar que felicidade não se alcança somente trabalhando de segunda a sexta 8h por dia. Alias, o que é felicidade?

O mundo é muito mais do que somos doutrinados a achar que é. Viva! A terra nasceu com o objetivo de mostrar como é a vida das pessoas e famílias que acham seu sustento na natureza e vivem em harmonia com a mesma.

Outro ponto importante é recordar que viemos da terra, e devemos respeitá-la em primeiro lugar. Infelizmente o homem têm mudado o ecossistema e as consequências na natureza serão cada vez mais catastróficas. Nos resta criar uma consciência e lutar para preservar lugares tão belos que ainda existem.

Bela e essencial para a microeconomia de muitos lugares, procuro retratar a natureza como ela é. O primeiro episódio de Viva! A terra foi gravado em Ubatuba- SP, Brasil, e conta a história da família Oliveira.

Pedra da Gávea é sobre como superar a si mesmo

Por Maria Fernanda Romero

COMO CHEGAR NA PEDRA DA GÁVEA

A Pedra da Gávea, localizada no Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca, foi assim batizada pelo capitão português Gaspar de Lemos, por causa da sua semelhança com o cesto da gávea, o mirante colocado no lugar mais alto da caravela. Com 842m de altitude é o maior bloco de pedra a beira mar do planeta.
O acesso para a pedra é no final da Estrada do Sorimã. A trilha é muito difícil e tem várias etapas e pontos turísticos. Logo no começo tem uma cachoeira, depois o caminho fica cada vez mais íngreme. É preciso escalar um trecho de pedras e também escalar a carrasqueira, de aproximadamente 30m. Essa parte é extremamente perigosa e existem até caso de mortes.
pedra-da-gavea-4
As quase 3h de trilhas são cansativas e é muito intenso. O coração acelera, a respiração complica, é um momento de contato consigo e com a sua própria força. É preciso concentração e calma. Subir a carrasqueira é o maior desafio. É a hora que você está no limite da vida e percebe como esta pode ser frágil. É a hora de refletir sobre quem você é e do que você é capaz.

O MAIOR DESAFIO

Durante a subida da carrasqueira, olhar para cima é desestimulante, pois parece que você sobe, sobe, sobe e ainda falta muito, olhar para baixo é magnifico. A vista do Rio de Janeiro, e de toda imensidão do oceano. Ao mesmo tempo pode dar medo.
pedra-gavea-3
Depois de superar seus próprio limites, chegar ao cume é a sensação mais gratificante que existe. Para o corpo e para a alma. No horizonte o mar se mistura com o céu e você vira um grão de areia. Compreender que a vida é frágil e que é necessário força e vontade para realizar os sonhos foi o meu maior aprendizado.
pedra-gavea-2

Rio-Santos e seus encatos

A Estrada que liga o litoral de SP com o Rio de Janeiro

A estrada que liga a capital carioca a baixada santista (SP) tem mais de 500 km de praia, e que praias!! são 10 cidades, entre elas as mais famosas são: Angra dos Reis, Paraty, Ubatuba e  São Sebastião.

Essa é aquele tipo de viagem que não cansa. Você dirige por horas vendo paisagens maravilhosas, que te levam a estados de uma tranquilidade mental impagável. Culturalmente é também muita rica. Visita a tribos indígenas, feira literária e mergulho estão entre as possibilidades do que se pode encontrar no caminho.

Cidades pelo caminho

Angra, também conhecida por ser a cidade com as únicas usinas nucleares em funcionamento do Brasil, possuí quase 100 ilhas paradisíacas e pouco povoadas. Entre as prais mais famosas estão a Praia do Frade.

Paraty é uma cidade com grande relevância para história do Brasil. Tal história pode ser revivida em passeios como o Caminho do Ouro, que foi uma estrada construída pelos escravos, entre os séculos XVII e XIX.A cidade também possuí alambiques de cachaça artesanal e o Parque Temático Mini Estrada Real.

casas coloridas em paraty
foto: garfosequartos.com/2012/08/11/o-charmoso-centro-historico-de-paraty/

A última cidade do Rio de Janeiro também é sede da Flip, Feira de Literatura Internacional de Paraty. A Flip acontece todos os anos, normalmente no mês de julho e conta com grandes personas de todo o mundo.

As águas claras de Paraty te convidam para mergulhar. É possível encontrar diferentes especies de peixes coloridos lá. Em destaque a Vila de Trindade, muito famosa entre jovens, principalmente a Praia do Sono.

mar em paraty
foto: Giba Paiva Magalhães em <www.paraty.com.br>

Ubatuba é a minha preferida. São mais de 72 praias, Cambury das Pedras, Itamambuca, Vermelha do Norte, Sununga e Lagoinha estão entre elas. A resistência caiçara em Ubatuba é muito forte. A cidade ainda tem tribos indígenas a aldeia Boa Vista no Prumirim é muito receptiva.  Em Picinguaba, uma vila dos pescadores também atraí turistas de todos os lugares. Na praia da Sununga, a gruta que chora. Enfim, Ubatuba é para todos os gostos. Tem surf, tem cachoeira, tem pesca, tem trilha e praia deserta.

Praia em Ubatuba, no litoral de SP.
Ubatuba
Praia em Ubatuba, no litoral de SP.
Ubatuba
Praia em Ubatuba, no litoral de SP.
Ubatuba

Em São Sebastião as badaladas praias de Juquehy, Cambury e Maresias são atrações. A beleza natural também é incrível. Já tive a sorte de ver golfinhos em Santiago. A cidade paulista também contém uma das mais famosas ilhas do Brasil, a Ilhabela.

Pôr do sol em Maresias, litoral de SP
Fim de tarde em Maresias-SP

Esse é um pouquinho da Rio-Santos, um trecho do país imperdível.

De carro até o céu

Por Maria Fernanda Romero

CANNYONS BRASILEIROS

Em 18 de Novembro de 2016, saí de São Paulo com mais três amigos em direção aos Canyons que dividem os estados de Santa Cataria e Rio Grande do Sul. O lugar é incrível, chegar ao Aparado da Serra é literalmente chegar ao céu.

A formação geológica denominada Canyons é resultado de um evento vulcânico que o estado do Rio Grande do Sul registrou. O evento ficou conhecido como Formação Serra Geral.

vegetação pela estrada a caminho dos cannyons no rio grande do sul
vegetação na estrada
flor amarela no rio grande do sul
vegetação na estrada
img_7752
vegetação na estrada

O PERCURSO

De São Paulo até lá são quase 1000km. Saímos em direção ao Paraná pela BR-116, depois a estrada vira BR-101 e continuamos em sentido a Lages-SC. De Lages pegamos outra estrada para São Joaquim-SC e finalmente, já na serra Catarinense, pegamos a estradinha de terra que nos levou ao Canyon Boa Vista, no município de São José dos Ausentes. Voltamos pelo Serra do Rio do Rastro, outro símbolo de cartão postal.

A viagem toda é maravilhosa, o que restou das Araucárias colorem a paisagem, assim como outras flores. A vista de cima é encantadora, porém o fenômeno Viração torna impossível enxergar qualquer coisa que esteja a mais de 1m de distância.Não vivi nenhum amanhecer tão profundo, energeticamente você sente o espaço, é uma experiência única e renovadora. Um dos lugares mais bonitos do Brasil.

NASCER DO SOL EM SAO JOSE DOS AUSENTES, RIO GRANDE DO SUL
Nascer do sol nos cannyons
NASCER DO SOL EM SAO JOSE DOS AUSENTES, RIO GRANDE DO SUL
Nascer do sol nos Cannyos
os cannyons brasileiros em sao jose dos ausentes
Cannyos
os cannyons brasileiros em Sao Jose dos Ausentes
Cannyons
Neblina nos cannyons em Sao Jose dos Ausentes
Cannyons com neblina
Vista dos cannyons em Sao Jose dos Ausentes
Cannyons
Cannyons em Sao Jose dos Ausentes
Cannyons
Cannyons em São José dos Ausentes
Cannyons
Cannyons em São José dos Ausentes
Cannyons
PS:USE PROTETOR SOLAR

Traços do ser

Por Maria Fernanda Romero

A vida são lapsos de amor intercalados com fagulhas de dor,
as tristezas e os espaços da vida tem a sua beleza,
é a vida: difícil e bela.

O mundo, tão inóspito e vazio,
também abriga uma imensidão de flores,
a tristeza tem sua beleza,
e faz te lembrar que está vivo.
E viver doí,
mas também, se não houvessem fagulhas de dor, como reconheceríamos os lapsos de amor?