A Fer(ida)

Por Maria Fernanda Romero
Vejo meu sangue escorrendo,
o sangue da ferida,
da ferida que você me causou,
como cicatriza a ferida?
a ferida era de amor.
mas amor não machuca…
o sangue escorre,
o sangue sufoca,
vou beber o sangue da ferida,
da ferida que você me causou,
doutor, ajuda, por favor,
quero um remédio para a grande ferida que é o amor

Autor: culturanavegavel

Jornalista de formação, escritora de alma. Comecei um mochilão por curiosidade e encontrei várias formas de viver e aprender. Hoje levo uma vida nômade, viajando por onde meu coração vibra. instagram: @culturanavegavel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s