Poesia e viagem: sufocada

Por Maria Fernanda Romero

Estou sufocada.
Meu oxigênio contaminado,
minhas células morrem lenta(mente),

Neste quadrado cercado,
muitas caras, cheias de cores e pudores,

choro… choro e, tento recuperar o fôlego,

No meio do cinza,

concreto,
carros e caminhões,

Posso morrer asfixiada,

E eles não vão entender nada

praça vazia no sul da Espanha. Poesia visual
Praça Espanha em Sevilha

POESIA E VIAGEM

Buscando encontrar respostas, sai para conhecer o mundo. A viagem trouxe uma realidade diferente de tudo que eu imaginava e muitas outras questões mais complexas. Não encontrei respostas, mas entendi que o mais importante é refletir, não se acomodar, estar aberto para novas realidades.

Transformo aventuras, pensamentos e reflexões e poesias e histórias que compartilho aqui ou no instagram para todos que querem sair um pouquinho da sua zona conforto, seja física ou mental.

Leia outras poesias

“Sufocada” é uma poesia sobre um momento de amargura e prisão é sobre a vontade de partir e buscar uma outra vida. Outras poesias do site relatam momentos diferentes da vida de uma mulher plural.

HOJE ME DESPEÇO

MAR, MEU LAR

TRAÇOS DO SER

NAVEGANDO EM POESIA

Depois de viagem ao redor do mundo, nasceu o livro “Navegando em Poesia”. Um livro sensível e curioso, escrito para quem estiver disposto a pensar, aprender e conhecer outros verdades e formas de viver.

Poesia e Viagem: Hoje me despeço

Por Maria Fernanda Romero

Naqueles olhos que eu enxerguei a paz,
hoje refletem o buraco dolorido e sangrento que se abriu em meu peito,
enquanto dormia no aconchego do seu abraço sonhei com nosso paraíso,
ele só existe no meu sonho.
acordei destruída.

olhei o nosso velho quarto pela última vez,
ainda sinto o gosto amargo do último gole de café,
perdida numa noite fria de verão,
só quero mais um trago.

alice 4
Foto: Alice Reis

Leia outras Poesias:

Caminho para casa

Ser Mulher

Traços do Ser

Sobre a autora

Jornalista de formação, escritora de alma, viajante entre mundo, poeta por sentimentos. Maria Fernanda é uma mulher plural que dá vida aos seus sentimentos por forma das palavras e poesias.

A poesia é uma outra forma, além das crônicas e reportagens, de contar as histórias que a viajante viveu mundo afora.

Entre sentimentos e metáforas nasceu o “Navegando em Poesia” um livro que traz reflexões sobre o mundo e sobre a própria autora. Às vezes de forma leve, sonhadora, outras vezes provocadora.

Navegando em Poesia
Navegando Poesia por Thais Castilho

Para adquirir o ebook de poesia clique aqui. Para ter a versão imprensa só me encontrando em algum lugar do mundo! Acompanhe o site e o instagram para mais informações e lançamentos.

Esse livro é para todos aqueles que se permitem pensar e sonhar!